Acordes do Cerrado.png

Afinando Vidas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Depoimentos

O QUE DIZEM OS PARTICIPANTES

 

 

Foto Beatriz.png

"O Instituto Acordes do Cerrado proporciona algo único para mim. A união dos participantes e a dedicação dos professores são responsáveis por essa sensação. Aqui aprimorei meus conhecimentos em teoria e técnica instrumental com pessoas que dominam esses assuntos e estão dispostas a ajudar no crescimento de cada musicista. O projeto também proporcionou o meu crescimento social, permitindo que eu aprendesse a trabalhar em conjunto e  entendesse que cada pessoa é importante de acordo com a sua função.

Beatriz da Silveira - Trompete

 

Foto Maxell.png

"O projeto Acordes do Cerrado foi uma oportunidade única para mim. O dia a dia de estudos e ensaios me trazem a satisfação de estar aprendendo mais sobre a arte musical. A convivência com os amigos do projeto é sempre muito divertida e o repertório da orquestra ficará para sempre guardado na memória. No Acordes do Cerrado eu aprendi a trabalhar em grupo e entendi a importância de cada um para o êxito do conjunto. Graças ao maestro e professores, hoje estou cursando Licenciatura em Música na UnB e trabalhando como sargento músico no Exército Brasileiro. O projeto foi minha base e a cada dia chego mais perto de realizar meus sonhos".

Maxell Costa - Trompete / Flugelhorn

Foto Ruan.png

"É um projeto que sem dúvidas mudou a minha vida, devo muito do que sei sobre amizade, união, respeito e humildade a ele. Por meio da música não nos ensina apenas a como tocar um instrumento, mas nos ensina também que a cooperação é muito mais forte que a competição. Nos ensina que o trabalho deve ser feito sempre da melhor forma possível, independente de quem, ou quantos estão nos olhando. Nos ensina que sempre há o que melhorar, independente do quão bom esteja. Nos ensina o que a união de um grupo, cada um fazendo a sua parte, todos com um objetivo maior em comum é capaz de fazer. Graças ao projeto eu sei com o que quero trabalhar no futuro e sei para onde devo direcionar meus esforços. Com orgulho hoje eu sei que vou para onde a música me levar".

Ruan Miller - Flugelhorn

 

Foto Nathalia.png

"O projeto foi, com toda certeza, de grande importância na minha formação musical e pessoal: além de me iniciar nos estudos teóricos e práticos, me trouxe experiência em prática de conjunto, expandindo minha visão a respeito das funções de cada naipe, bem como a do regente no que se refere a um contexto orquestral. Pude compreender melhor o que é ser parte de um grupo em que cada um é de extrema importância para um resultado final grandioso, baseado na amizade e no trabalho conjunto. Com experiência na Orquestra de Metais e Percussão e com o apoio que tive por parte do projeto e familiares, ingressei na Escola de Música de Brasília e estou me preparando para cursar uma graduação em música".

Nathália Marques - Percussão

Foto Gabriel.png

"O projeto foi essencial para minha formação como pessoa, com estudante e, hoje, como profissional, mesmo que não trabalhe com música. Lá eu tive a oportunidade de aprender a tocar, a trabalhar em equipe e desenvolver outras habilidades. Hoje, graças ao projeto, não tenho problemas em falar em público, sou uma pessoa mais dedicada e disciplinada, e consigo um ótimo desempenho em tudo que busco fazer, pois a música e a convivência com professores e colegas de curso me ensinaram isso. Se posso ressaltar uma característica que adquiri, foi que aprendi a ser líder, mas também a ser liderado. Acredito que esse projeto tem grande potencial de mudar a realidade das pessoas através da música, e eu sou grato por ter vivido isso".

Gabriel Victor - Melofone

 

Foto Raphaela.png

"Entrei no projeto com 11 anos de idade e posso afirmar que aprendi muitas coisas importantes. No programa de música não aprendemos apenas música, mas também a importância de sermos pessoas responsáveis, honestas e de trabalharmos em grupo. Na orquestra eu fiz muitas amizades e as apresentações são sempre muito divertidas. Espero que o projeto continue colaborando com a formação de muitos jovens".

Raphaela Belfort - Percussão

 

 

Foto Francis.png

"Disciplina, dedicação, camaradagem e muitos outras coisas, eu aprendi estudando música. Posso dizer que minha vida mudou depois que eu entrei no projeto. Eu era um garoto bastante tímido e tinha dificuldade no colégio. Após iniciar no programa de música e passar a conviver com pessoas que buscavam melhorar a cada dia, fui perdendo a timidez e aprendendo a tem mais auto-confiança. No Acordes do Cerrado fui introduzido a regras e doutrinas que carregarei para sempre comigo, como: respeito, cumprimento de horário e educação no modo de falar as pessoas, principalmente com os mais velhos. O que aprendi aqui é imensurável, tenho o desejo de que o projeto possa alcançar cada vez mais jovens. Esse projeto não só me proporcionou toda essa mudança como também me ajudou a conseguir um bom emprego. Hoje digo, com orgulho, que sou sargento músico do Exército Brasileiro. Essa e outras conquistas devo ao instituto e espero que minha irmã mais nova, que hoje também estuda no projeto, tenha boas experiências e aprendizados (assim como eu tive) nessa importante instituição ".

Francis Marquez - Trombone / Euphonium

 

Foto Jó.png

"É com grande alegria que participo desse maravilhoso projeto que mudou a minha vida. Nele, aprendi a tocar um belo instrumento, a conviver melhor com as pessoas, a ser menos impulsivo e pensar melhor nas coisas que devo - ou não - fazer na vida. No projeto ganhei novos amigos, tive ótimas experiências e, no decorrer do tempo, fui aprendendo a ser não só um bom músico, mas também uma pessoa melhor".

Jó Lucas - Tuba